Skip Navigation LinksFuzileiros > PT > Comando do Corpo de Fuzileiros > 2º Comandante


2º Comandante
 
 
CARLOS TEIXEIRA MOREIRA
 
CAPITÃO-DE-MAR-E-GUERRA FUZILEIRO
 
 
 
Carlos Teixeira Moreira nasceu em Alfena, Concelho de Valongo, no Porto, a sete de abril de 1958. Frequentou a escola primária na freguesia de naturalidade, o ciclo preparatório e liceal no Colégio de Ermesinde, o ensino complementar no Liceu Alexandre Herculano – Porto e o 12º ano na Escola do Pragal – Almada.
De 1976 a 1979 foi encarregado de armazém da empresa J. Pinto Leitão – Porto.
 
É oficial da Marinha tendo sido alistado em setembro de 1979.
Após a frequência do Curso de Oficiais da Reserva Naval, classe de Fuzileiros, na Escola de Fuzileiros, foi colocado numa das Companhias do Batalhão de Fuzileiros n.º 1, onde desempenhou as funções de Comandante de Pelotão e posteriormente as de Oficial Imediato da Companhia de Fuzileiros n.º 12 (Polícia Naval).
 
De 1983 a 1986 frequentou na Escola Naval o Curso de Oficiais Fuzileiros.
Nos cinco anos seguintes prestou serviço na Escola de Fuzileiros desempenhando os cargos de Director dos cursos de formação militar geral e técnica das praças da classe de Fuzileiros (Instrução Militar Básica – IMB (recruta)/Instrução Técnica Básica – ITB) e de Atualização de Sargentos em Tática Terrestre e Operações Anfíbias. Foi ainda Oficial de Operações do Batalhão de Instrução e Formador de Tática Terrestre.
 
Em 1991, como primeiro-tenente, assumiu as funções de comandante da Companhia de Fuzileiros n.º 21 e em 1994 as de Oficial de Operações do Batalhão de Fuzileiros n.º 2, lugar que manteve até 1995. Neste período recebeu a incumbência pela condução do Estágio de preparação do primeiro comandante de companhia dos Fuzileiros da Marinha de Guerra Angolana. Ainda durante 1995 integrou a equipa de projeto de Fuzileiros no âmbito da Cooperação Técnico-Militar com a República de Angola com a missão de apoiar as autoridades angolanas no treino operacional da 1ª companhia de Fuzileiros.
 
No posto de capitão-tenente prestou serviço no Estado-Maior do Comando do Corpo de Fuzileiros inicialmente com a responsabilidade pelo desenvolvimento de conceitos operacionais e de Agosto de 2000 a outubro de 2003, como Chefe da Secção de Logística (Material). No ano de 2000, de janeiro a julho, cumpriu uma comissão na Bósnia e Herzegovina como Deputy e posteriormente como Chefe da Missão de Monitores em Sarajevo, no âmbito da missão de monitores (ECMM) para os Balcãs, da então Comunidade Europeia.

Promovido a capitão-de-fragata em Junho de 2003, tomou posse como Comandante do Batalhão de Fuzileiros n.º 2, a 17 de outubro de 2003, e por inerência as funções de Comandante do Batalhão Ligeiro de Desembarque (BLD), força tarefa que integra a Componente Operacional (COP) do Sistema de Forças Nacional (SFN), cargo que exerceu até 19 de janeiro de 2007. Em janeiro de 2007 foi nomeado para desempenhar o cargo de Chefe da Secção de Operações do Estado-Maior do Comando do Corpo de Fuzileiros e cumulativamente as de Chefe da Secção de Treino e Avaliação, tendo em setembro desse mesmo ano assumido, também em regime de acumulação as funções de Chefe de Estado-Maior, cargos que exerceu até novembro de 2008. Nestas funções entre outras foi responsável pelo planeamento, preparação e controlo das atividades de Cooperação Técnico-Militar, formação e operacionais, com os países de língua oficial portuguesa (CPLP), amigos e aliados.

Em dezembro de 2008 e durante um ano desempenhou as funções de Observador Militar das Nações Unidas (UNMO) inserido no Grupo de Oficiais de Ligação (Military Liaison Group - MLG) em Timor-Leste na United Nations Integrated Mission in Timor-Leste (UNMIT), assumindo as funções de Chefe de Equipa de Díli e posteriormente as de Deputy do MLG, onde entre outras atividades acompanhou a Reforma do Setor de Segurança naquele país da CPLP.
Regressado da missão em Timor-Leste assumiu novamente as funções de Chefe do Estado-Maior do Corpo de Fuzileiros, cargo que exerceu até 29 de dezembro de 2011. Desde esta data até 23 de outubro de 2015 desempenhou as funções de Comandante da Escola de Fuzileiros. A 30 de março de 2015 assumiu as funções de 2.º Comandante do Corpo de Fuzileiros, funções que atualmente desempenha.
Foi promovido a capitão-de-mar-e-guerra, posto atual em dezembro de 2009.

Durante a sua carreira o comandante Moreira frequentou diversos cursos onde se incluem o AMPHIBIOUS WARFARE COURSE, nos United States Marine Corps (USMC) University/EUA, QUANTICO em 1995/1996; o CURSO GERAL NAVAL DE GUERRA no Instituto Superior Naval de Guerra (ISNG) em 1997/1998, o CURSO DE ESTADO-MAIOR no Instituto de Altos Estudos Militares (IAEM) do Exército de 1998 a 2000, o CURSO DE TRANSMISSÕES DAS ARMAS na Escola Prática de Transmissões (EPT) do Exército em 1994, os NATO PSYCHOLOGICAL OPERATIONS e PLANNING COURSES na NATO School Shape, Obermargau/Alemanha em 2002 e o CURSO DE ESTUDOS AFRICANOS, no Instituto de Estudos Superiores Militares (IESM), em 2011.

Concluiu em 2014 a licenciatura em RELAÇÕES INTERNACIONAIS no Instituto de Ciências Sociais e Políticas (ISCSP) – Universidade de Lisboa (UL) onde persegue a obtenção do grau de Mestre em Estudos Africanos. É Auditor do Curso de Defesa Nacional no Instituto de Defesa Nacional.

Da sua folha de serviços constam diversos Louvores e Condecorações de que se destaca o agraciamento com a Ordem de Avis, grau Comendador, quatro Medalhas Militares de Serviços Distintos, grau Prata, as Medalhas Militares de Mérito Militar de 2ª e 3ª classe, duas Medalhas Militares da Cruz Naval de 2ª classe e uma de 3ª classe, e a Medalha Militar de Comportamento Exemplar, grau Ouro e as Medalhas de Comissões Especiais com a legenda Bósnia e Herzegovina e Timor-Leste. É ainda detentor da Medalha da Missão de Monitores da Comunidade Europeia (ECMM), a Medalha das Nações Unidas (UNMIT) e a Medalha da Solidariedade de Timor-Leste.

É praticante desportivo lúdico de atletismo de estrada, orientação desportiva, ciclismo e vela. É sócio do Clube Náutico dos Oficiais da Armada e do Clube Militar Naval.
O Comandante Moreira tem uma filha, Inês e dois filhos, Daniel e André.