Skip Navigation LinksFuzileiros > PT > Comando do Corpo de Fuzileiros > Ordem Militar da Torre e Espada, do Valor, Lealdade e Mérito


Ordem Militar da Torre e Espada, do Valor, Lealdade e Mérito
 
 

 
A Ordem Militar da Torre e Espada, oficialmente designada por Ordem da Torre e Espada, do Valor, Lealdade e Mérito, é uma das ordens honoríficas portuguesas que apenas pode ser conferida em três casos:
 
Por méritos excepcionalmente relevantes demonstrados no exercício de funções dos cargos supremos que exprimem a actividade dos órgãos de soberania ou no comando de tropas em campanha;
 
Por feitos de heroísmo militar e cívico;
 
Por actos excepcionais de abnegação e sacrifício pela Pátria e pela Humanidade.
 
Transcrição da Ordem da Armada 12 / 20-03-85
 
Ordem Militar da Torre e Espada, do Valor, Lealdade e Mérito:
- Alvará de concessão:
Alvará de 3 de Janeiro de 1985:
 
Considerando que os fuzileiros, sendo o mais antigo corpo militar de carácter permanente no nosso país, se têm distinguido ao longo da historia como infantaria de marinha, a bordo, e como guarnição de fortalezas e forças de desembarque, em terra;
 
Considerando o seu comportamento honroso em combate, especialmente durante a guerra de África, nos três teatros de operações, como atestam as numerosas condecorações individuais que os seus elementos receberam;
 
Considerando os efeitos de heroísmo praticados por estes e por unidades do mesmo corpo militar:
 
António dos Santos Ramalho Eanes, Presidente da Republica e Grão-Mestre das Ordens Honorificas portuguesas, faz saber que, nos termos do Decreto-Lei nº 44 721, de 24-11-62, confere ao Corpo de Fuzileiros o titulo de membro honorário da Ordem Militar da Torre e Espada, do Valor, Lealdade e Mérito.
 
 
(Publicado do Diário da República, II Série nº 62/15-3-85, pela Presidência da República - Chancelaria das Ordens Portuguesas).